quinta-feira, 18 de setembro de 2014

The Swan Queen Factor



Para quem não sabe Swan Queen é o nome dado ao ship Emma e Regina. Sim a primeira vista parece um absurdo, um badalo, um horror, mas depois de pensar a respeito é possível encontrar referências concretas quanto à isso. Tudo começou após a exibição do episódio 1.05 [Foto], nesse e em vários outros episódios, a série se apropriou de cenas SQ, pode parecer besteira, mas aos olhos de um shipper, simples momentos, como este, são decisivos. 

Edward Kitsis e Adam Horowitz têm material suficiente para levar Swan Queen adiante, porém eles não são ousados, não lutariam contra todo o preconceito e críticas contra a série, e além do mais esse não é o foco do show.

Seria uma união improvável, mas não impossível. A questão é que não se pode prever o futuro da série, nada está descartado obviamente, mas confirmações também são raras. Em meio a tantas dúvidas, 'Lana Parrilla' concedeu ao AfterEllen uma entrevista relacionada ao ship e à nova fase da série. Segue a tradução.

AfterEllen: Com certeza você já deve ter ouvido que uma das razões pela qual nós estamos fazendo essa entrevista é porque recentemente nós tivemos um torneio de femlash – basicamente, mulheres fictícias que nós gostaríamos que fossem um casal – e Swan Queen ganhou. Lana Parrilla: Surpreendente! [risos] Mas fantástico!
AE: Você tem alguma opinião sobre o que acontece com Regina e Emma e como dinâmica delas faz as pessoas quererem vê-las juntas? LP: Acho que elas são duas mulheres fortes, poderosas, inteligentes e atraentes. [risos] Desculpa, sou suspeita pra falar. Você tem essa morena de olhos castanhos – sombria, sensual – e você também tem essa loira de olhos azuis, – Emma tem muitas qualidades diferentes da Regina. Ela é definitivamente mais atlética, mais ativa, mais forte fisicamente de uma maneira diferente do que a Regina seria. E Regina tem um poder interno diferente que também é muito atraente, ela é uma bruxa, e tem um humor, um deboche, que todos nós amamos. Ela pode ser bem irritável. E existem muitas qualidades que fazem essas duas personagens se conectarem e eu consigo ver o porquê das pessoas quererem vê-las juntas. Há também uma tensão entre elas e elas estão brigando, uma caindo em cima da outra, mas nunca se machucando fisicamente, e é essa tensão que eu acho que também pode ser vista como uma tensão sexual por muitos da nossa audiência, especialmente nossas SwanQueens.
AE: Eu definitivamente concordo. Você chega a ver algumas das fanarts ou vídeos ou algo assim? LP: Ah, sim. Algumas são maravilhosas, alguns desses desenhos – eles têm esses desenhos animados de nós e pinturas lindas e maravilhosas que eu já vi. Eu acho lindo. Existem MUITAS fanarts por aí – VÁRIAS. Na verdade, eu tenho muitas delas. Algumas são tão lindas que eu até penduro na minha parede. Eu ainda não tenho nenhuma arte SwanQueen pendurada na parede, mas eu tenho uma pintura da Evil Queen, que é simplesmente maravilhosa.
AE: Você já algum dia imaginou que seria um ícone tão grande paras as mulheres lésbicas e bissexuais por causa desse papel? Como isso tem sido pra você? LP: Eu não estava esperando por isso, porque, sabe, essa não é a história que os produtores querem contar, então quando eu trabalho com a Regina, eu foco principalmente na história que eles estão contando. Realmente foi uma surpresa pra mim, simplesmente porque não era nada do que eu estava antecipando, mas eu amo todos nossos fãs. Há muitos ships diferentes no nosso show: O ship da Regina e do Robin Hood, o ship da Emma e do Hook, às vezes eles até colocam Mulan e Aurora juntas. Eu apoio todos os ships – de verdade. Eu apoio todos os relacionamentos que eles criaram e até mesmo aqueles que eles desejam ver. Eu simplesmente amo que nossa audiência veja esses personagens e se identifique com eles de tantas maneiras diferentes. E com Regina e Emma sendo mães, eu consigo ver que é um ship que é óbvio e um que as lésbicas esperariam e apoiariam.
AE: Você tem alguma cena favorita da Regina e da Emma que vocês gravaram até agora? LP: Sim, tem várias. Várias delas! Uma das minhas favoritas é a da Season Finale da 2ª temporada, quando as duas estão na caverna e segurando aquele diamante gigante – me perdoem, eu não lembro o nome no script porque já faz mais de um ano e meio – mas nas duas primeiras temporadas nós vimos essas duas mulheres caindo em cima da outra e essa foi a primeira vez que nós as vimos apoiando uma a outra e trabalhando juntas, e isso foi um grande ponto de virada para nossas personagens. Essa foi uma das minhas cenas preferidas.
AE: Emma e Regina se esforçaram tanto pra chegar onde elas estão e se dar bem. Será que a Emma trazendo Marian de volta irá atrapalhar isso? LP: Sim, acho que sim. [risos] Mas como já disse, é a tensão entre elas que nós gostamos de ver. Sim, acho que Regina se sente muito traída por Emma e isso terá suas repercussões pela temporada. Emma sentirá uma distância, um ódio, e uma mágoa muito grande vindo da Regina. No entanto, essas duas se tornaram muito próximas, obviamente, porque elas compartilham um filho. E realmente, no fim do dia, elas são família. Então eu não consigo ver nenhuma machucando a outra fisicamente ou tentando levar a outra à morte ou tentando matar uma a outra, porque no final do dia elas são família, e elas vão ter esse conflito familiar e discussões e tal, mas acho que elas acharão uma maneira de resolver isso.
AE: No começo da série, a morte estaria nos planos de algo que Regina iria querer para Emma; ela cresceu tanto como personagem. O que você pode nos falar sobre a jornada da Regina nesta temporada, já que parece que ela poderá dar um passo pra trás? LP: Até o momento – nós estamos no episódio 6 agora – e no último episódio da última temporada, nós vimos Elsa, que apareceu magicamente – então agora nós estamos muito focados no arco de Frozen. E onde Emma se encaixa nisso, é que ela foi a que trouxe esse grande problema, né? Ela voltou no tempo e trouxe coisas e alguns personagens de volta que ela não esperava, então ela realmente está focada em resolver esse problema. E Regina está bem envolvida com a história de Robin/Marian. Acho que isso era algo que ela não esperava; ela finalmente encontrou sua felicidade e agora isso foi arrancado dela, então ela realmente está lidando com isso na primeira parte da temporada, lidando com o coração partido e com as repercussões de ter a esposa de Robin de volta dos mortos [risos] e o que isso significa pra o relacionamento deles. E agora como a Emma e Regina vão continuar sendo civis uma com a outra agora que Marian está de volta? Então esse é o foco principal do arco da Regina na primeira parte da temporada.
AE: Regina e Elsa irão interagir? Haverá uma situação Evil Queen vs. Ice Queen? LP: É, tem um pouco disso sim, um pouco de interação entre elas. Eu não posso te dizer muita coisa. Tenho que continuar empregada. [risos]
AE: Tudo bem! O que você mais gosta quando interpreta Regina?LP: Regina sempre me deixa mais cautelosa. Ela é uma personagem muito complexa, e está sempre me surpreendendo. Eu amo que ela tenha esse desejo ardente por mudar e crescer, e ela não está contente – antes ela estava, quando era a Evil Queen, ela era determinada em continuar quem ela era, ela era impiedosa, sem coração, extremamente impulsiva e agora ela se redimiu e tudo isso nasceu por causa de seu amor por Henry. E acho que com essa descoberta, ela está gostando desse novo caminho de ser boa e tentar fazer a coisa certa. E ainda, nós amamos a Evil Queen dentro dela, nós amamos a debochada Regina, aquela que ataca, que é impulsiva e sarcástica, e hábitos antigos são difíceis de morrer, ela sempre vai ter um pouco dessas coisas. Mas acho que o que eu amo nela é que ela está constantemente procurando crescer, e isso é uma qualidade muito bonita em qualquer ser humano, e poder ver isso em uma personagem fictícia de televisão é ainda mais convincente, pelo menos pra mim. É divertido também, extremamente divertido.
AE: Eu perguntei pros nossos leitores o que eles queriam que eu te perguntasse e uma das coisas que apareceu algumas vezes foi que, quando elas estão shippando SwanQueen ou qualquer outro relacionamento lésbico, muitas das respostas que elas ganham é que os relacionamentos lésbicos “não funcionam” no mundo de Contos de Fadas ou “programas de família.” Você tem algum conselho pras pessoas que se sentem atacadas por querer ver um relacionamento assim num show como Once Upon A Time, pras pessoas que estão sofrendo bulying por serem LGBT ou por apoiarem a causa? LP: Eu não apoio bullying e ponto final. Acho que todos têm o direito de sentir o que quiserem e falar sobre isso. Eu apoio a liberdade de escolha e de expressão. Acho que se qualquer pessoa tem alguma fantasia por qualquer um dos personagens pelos quais eles são afetados, ninguém tem nada a ver com isso. Ninguém. Acho que cada um tem o direito de sentir o que quiser. Eu não acredito necessariamente que as personagens irão nessa direção, porque essa não é a visão dos produtores ou dos roteiristas; eles não criaram Once Upon a Time com a esperança que Regina e Emma seriam um casal. No entanto, se algum dia, o show ir nessa direção, eu também iria. Eu não teria nenhuma objeção. Eu sou uma contadora de histórias, é o que eu faço. Eu interpreto personagens. E se isso acabasse acontecendo entre Emma e Regina, então essa seria a história que eu contaria, e, com muita sinceridade, contaria da mesma maneira que sempre fiz desde que comecei a interpretar essa personagem.
AE: Acho que possivelmente uma pequena parte da tendência de algumas pessoas de shippar Regina e Emma é porque você é uma grande aliada LGBT e as pessoas veem e apoiam isso e realmente apreciam e sabem que você faria jus a nós em um papel gay. LP: Bem, sabe, eu sou uma grande defensora do movimento. Eu amo a comunidade LGBT. Meus primos são gays, algumas das minhas melhores amigas são lésbicas, é uma comunidade na qual eu cresci, é algo que eu apoio desde que eu tinha – quero dizer, meu primo César, que é gay, me levou ao altar quando me casei. Ele levou. Ele é meu melhor amigo, além do meu marido, e eu amo a comunidade, eu sempre fui uma grande defensora. Eu tenho ido a bares de gays e lésbicas desde que eu era muito nova e tinha identidade falsificada. [risos] Eu sempre tive amigos gays, lésbicas e trangêneros, então eu amo a comunidade, eu realmente amo, e sempre que eu puder estar lá para apoiar a comunidade, eu estarei. Desde NOH8, GLAAD até o HRC, o que você puder nomear. E às vezes, filmar em Vancouver me faz perder muito dos eventos, mas estou sempre apoiando.
AE: Mesmo você concordando em fazer essa entrevista conosco da AfterEllen após a competição femlash, as pessoas ficaram muito animadas que você aceitou falar conosco. LP: Sabe, pra todos os fãs SwanQueens, a propósito, tem uma coisa fascinante que eu encontrei outro dia, e eu tirei uma foto e mandei pra Jen Morrison porque era um lindo sweater de cashmere, mas Red Valentino que fez – foi TÃO legal – era um cisne com uma coroa! [risos] Eu tirei a foto e mandei pra Jen e disse “Meu Deus, eu vi isso e pensei em você!” e ela estava tipo “Nós duas deveríamos comprar um!” e eu achei aquilo ótimo. Nós duas apoiamos o ship SwanQueen. Infelizmente, eles só tinham um tamanho PP. [risos] Mas se alguém quiser nos dar um, nós usaríamos. Eu nem consegui acreditar – eu fiquei tipo – “Meu Deus”, e me perguntei, “Será que Valentino fez isso pra SwanQueen?” Foi quase como uma fanart que eu vi no passado, então foi uma grande coincidência, foi muito legal. Eu não sei, agora nem lembro mais da pergunta que você me fez! Oh, que eles estavam felizes porque nós estamos fazendo essa entrevista – estou TÃO feliz em fazer essa entrevista! Como eu disse, eu amo as SwanQueens e até mesmo tenho joias SwanQueen e coisas que os fãs me mandam. Eu acho ótimo. Acho fantástico, e como eu disse, eu amo todos os ships e apoio todos eles.
AE: E eu agradeço muito por você ter falado comigo. Você pode dar algumas dicas do que vai acontecer na 4ª temporada antes de nos despedirmos? LP: Hmmm. Eu tinha algo pra dizer, mas agora acabei esquecendo. Eu diria que está bem focado no arco 'Frozen', nós estamos focando muito nisso, no episódio de estreia, a premiere, nós continuamos de onde o filme 'Frozen' parou, então nós estamos no fim de Frozen e a história segue em frente a partir daí. Nós começamos em Arendelle e nos tornamos essa história. De volta a Storybrooke, nós estamos tentando entender o porquê da cidade estar congelada e quem é essa Rainha de Gelo. Eu não posso te dar muitos teasers, desculpe! Eu queria poder! Nós temos o relacionamento de Belle e Rumple e o que Rumple fez ao matar a Wicked Witch e que a Belle na verdade não possui a adaga para controlar o Dark One, então veremos essa história se desenvolver e vocês verão muito disso. Nós temos muitos personagens novos nessa temporada, e acho que vamos ser surpreendidos. Elsa não é quem pensamos que ela é. Acho que esse é o maior teaser que eu posso dar. E também, continuem atentos.
AE: Excelente! Nós veremos mais dos figurinos de Evil Queen nessa temporada? Nós amamos os figurinos da Terra dos Contos de Fadas. LP: Sabe, eu também, embora não consiga respirar ou comer com eles. [risos] É ótimo pra quem está fazendo dieta, você pode simplesmente jogar o figurino. É ótimo quando se precisa de uma dieta por alguns dias. Sim. Nós veremos!
Depois dessa longa entrevista fica claro que o futuro de 'Once' é incerto, teremos de esperar por notícias.
Anterior Próxima Página inicial